quarta-feira, 15 de maio de 2013

Apresentação de 'Estudo para Intensidades', 25 e 26 de maio.

Olá queridos amigos!

Mostra de mais um novo trabalho em processo: 'Prancha Coreográfica: Estudo para Intensidades'


‘Estudo para Intensidades’ é desenvolvido a partir da metodologia da prancha coreográfica. A pesquisa trata do desenvolvimento de coreografia a partir de uma partitura pré-determinada, verificando as seguintes questões: Como três corpos com distintas memórias e hábitos decodificam a mesma informação? Como o tempo interfere na percepção da ação? Como a música interpreta uma partitura feita para dança?

Com: Cris Oliveira + Dorothé Depeauw+ Tuca Pinheiro Matthias Koole
Dia / horário das apresentações: 25 e 26 de maio de 2013 – sábado 20h, domingo 19h.
Valor do ingresso: R$5,00
Duração: 20 a 30 minutos.
Classificação etária: livre
Local: Espaço Ambiente - Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia.
Todos convidados !!



Cris Oliveira

Cris Oliveira tem formação no ballet clássico, dança contemporânea. É graduada em Artes Cênicas, pós-graduada em Gestão Cultural e possui formação na área de pesquisa e composição coreográfica pelo programa ‘Transforme – Perceptions’ (2009-2010) em estudos realizados na Fondation Royaumont - Paris. Foi integrante da Cia. de Dança Palácio das Artes (2001-2009), onde atuou em obras de vários coreógrafos e como criadora-intérprete a partir do método BPI (Bailarino-pesquisador-intérprete), criado por Graziela Rodrigues. Em 2005 recebeu o prêmio SIMPARC de melhor bailarina de Minas Gerais, por sua atuação em “Coreografia de Cordel”. Desde 2006 desenvolve trabalhos independentes e em parceria com outros profissionais, assumindo uma prática interdisciplinar no campo das artes, apresentando suas obras em diversas regiões do Brasil e no exterior.

Participou das residências Colaboratório (2010) no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro; “Interferencias” México (2010), ZAT 8 – ‘Hallucinatory body’, com Lynda Gaudreau, no Fid 2011 e Interferencias (2121) – Impulstanz Festival, Viena (Áustria).

Realizou curadoria parcial para o evento ‘1,2 na dança’– edição 2011, na indicação de solos de artistas internacionais. Publicou o artigo: Tecnologia da pele – arte, experimentação, interdisciplinaridade e a dança (Revista Prosa!-março/2012). É representante do projeto Interferências no Brasil para a Edição do encontro no país para 2013 e colaboradora do Interferencia’s book, apresentado no Impulstanz Viena (Áustria), Devir CAPA (Portugal) e Centro de las artes de San Luís Potosí (México).

Estudou com: Ana Mondini, Cizco Aznar (Suíça/Espanha), Holly Cavrell (EUA), Foofwa d’Imobilité (Studio 44, Genéve), Julie Bougard (menagèrie de verre – Paris), Damien Jalet ( La Rafinerie - Bruxelas), Krosro Adib (Irã/Bélgica), Jean Marie Huppert-Eutonia, Richard Shuterman (EUA) – método Feldenkrais,; Maria Thaís (máscara neutra); Fernando Liñares (Teatro Antropológico); Fernanda Lippi (Teatro Físico), Luiz Abreu (Dramaturgia e Direção); Dominique Brun (Esforço/forma em Laban); Claire Roussier (pensar o solo) e Myriam Gourfink(yôga). Atualmente programadora de dança no Sesc Palladium, Belo Horizonte/MG.

CONTATO

Belo Horizonte-MG

destilarpele@gmail.com

tel: (31) 9538-3545